Sofrendo com dores de cabeça e enxaquecas? Trate o problema pela raiz

Diversas pessoas sofrem diariamente com enxaquecas e cefaleias. Incluir exercícios físicos na rotina, mesmo que sem comprovação científica dos resultados, é uma forma de criar melhores hábitos e combater o problema.  Porém, a melhor forma de resolver as dores de cabeça é corrigir os problemas específicos que são causas comuns dessas doenças – e o Pilates pode ajudar!

Conhecendo o inimigo

Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (saiba mais aqui) mostrou que 75% dos adultos entre 18 e 65 anos de idade sofreram com enxaquecas ou cefaleias no último ano. Além de diminuir consideravelmente a qualidade de vida das pessoas afetadas, estes problemas aumentam os riscos de desenvolver doenças como ansiedade e depressão.

Há um perfil que costuma sofrer disso com mais frequência: pessoas que estão muito estressadas ou sob pressão, seja em casa, no trabalho, nos estudos. Outros fatores comuns são má postura, distúrbios do sono e cansaço. O método Pilates não age de maneira isolada no corpo, e procura tratar e exercitar ao mesmo tempo a parte física e mental de seus praticantes, podendo auxiliar de maneira crucial no combate às dores de cabeça.

A raiz do problema

Não é um hábito comum tomar cuidado com a própria postura ou levar em consideração o quanto as centenas de horas de trabalho sentado de maneira desconfortável podem afetar a saúde, mas o mau alinhamento da coluna vertebral põe pressão sobre músculos e nervos que não tem a função de resistir a esse estresse físico, o que pode levar não só a dores nas costas e pescoço, mas também a enxaquecas.

Além disso, a mesma má postura pressiona o diafragma, o que – somado à ansiedade e ao estresse – gera má respiração, outra causa importante desses problemas. O método Pilates fortalece a musculatura pélvica, abdominal, glútea e outros grupos musculares que o dia-a-dia moderno tende a negligenciar e que, quando devidamente exercitados, tendem a corrigir esses erros de postura e respiração, pois movimentar-se de maneira correta, precisa e concentrar-se na respiração é parte importante dos exercícios.

Por último, há exercícios específicos de Pilates que auxiliam no aumento da qualidade do sono, além do efeito positivo em pessoas estressadas, pois é da natureza do método exigir concentração e foco em si mesmo, afastando os praticantes de seus problemas. O bônus fica pela diminuição dos níveis de cortisol e liberação de endorfina, proporcionadas pela prática de exercícios.

Como começar

Se você tem interesse na prática do Pilates, o primeiro passo é agendar uma avaliação com um fisioterapeuta especializado no método, pois as enxaquecas e cefaleias podem até mesmo ser agravadas se o exercício não foi realizado da maneira correta.


A Clínica Jardins conta com uma equipe de fisioterapeutas especializados e certificados, oferecendo atenção exclusiva em turmas reduzidas de até duas pessoas.

As avaliações são realizadas pela fisioterapeuta Dra. Eloize Valadares, em conjunto com a profissional responsável pelo seu atendimento, para que você receba um cronograma de exercícios personalizado para os resultados que você procura.

Agende sua avaliação aqui e venha fazer Pilates!

Escrito por

Eloize Valadares