Flexibilidade e qualidade de vida com o Pilates

“Nos orgulhamos desta era de ciência e invenções que produziu tantas
maravilhas quando em última análise vemos que o homem, em sua corrida por progresso material e aperfeiçoamento, negligenciou a mais complexa e maravilhosa das criações – o próprio homem!” Joseph Pilates

O Pilates é uma forma de exercício que há mais de um século auxilia pessoas com seu condicionamento físico e saúde. São 11 milhões de praticantes apenas nos Estados Unidos (veja mais aqui)! Ele tem se tornando cada vez mais popular entre as pessoas interessadas em um exercício completo – que faça bem tanto para o corpo quanto para a mente. Ainda assim, há muitas dúvidas sobre a prática. Afinal, o que realmente é o Pilates e de onde ele veio?


À imagem de seu criador


Para entender o exercício, é preciso entender um pouco da história do homem que lhe dá o nome: Joseph Hubertus Pilates. Nascido em 1883, em uma cidade próxima à fronteira com a Bélgica, Pilates era um jovem doente, sofrendo de asma, raquitismo e febre reumatóide. Isso fez com que escolhesse dedicar a vida à sua saúde física. Com incentivo de seu pai – um ginasta amador -, logo iniciou a prática de ginástica, body-building e artes marciais.


Com 29 o jovem Pilates foi para a Inglaterra, onde se tornou boxeador profissional e dava aulas de autodefesa à polícia. Apesar de seu sucesso profissional, isto não o livrou de ser enviado para um campo de prisioneiros em 1914, no começo da Primeira Guerra Mundial. No campo, localizado na Ilha de Man, Joseph Pilates trabalhou como enfermeiro, ajudando na recuperação de feridos e doentes. Além disso, desenvolveu máquinas a partir de molas de camas e pedaços de madeira para que os enfermos pudessem se exercitar deitados – o princípio do que viriam a se tornar as primeiras máquinas de Pilates.


Ao ser libertado, mudou-se para os Estados Unidos em 1923. Abriu junto de sua esposa Clara seu primeiro studio, na cidade de Nova York, agora juntando aos princípios de ginástica também o aprendizado que obteve com sua prática de yoga, tai chi e meditação Zen. Ele chamou esse conjunto de técnicas de “contrologia”, pois o objetivo era obter controle do corpo, mente e espírito através destes exercícios.


A contrologia rapidamente se tornou popular entre dançarinos e atletas por ser uma maneira eficaz tanto de se recuperar de traumas físicos quanto de evitar novos problemas, além de ajudá-los a manter o condicionamento físico.


O método em prática


O desenvolvimento do método e a história de seu criador ajuda a compreender o que é o Pilates hoje e qual a sua função: o Pilates é uma forma de exercício com ênfase no desenvolvimento balanceado do corpo, trabalhando ao mesmo tempo os músculos, a flexibilidade, resistência muscular, equilíbrio, respiração e boa postura – tudo com uma chance de traumas e distensões muito mais baixa em relação a exercícios tradicionais.

O primeiro passo do método é o desenvolvimento do core, o grupo de músculos centrais do corpo que ajudam a manter a postura e facilitar a respiração, estabilizando a coluna vertebral. Este grupo contempla os músculos abdominais, transversos, glúteos, assoalho pélvico e dorsais. Todos eles trabalham juntos para manter o corpo ereto e no dia-a-dia as pessoas sempre negligenciam um, vários ou todos eles, o que leva a problemas respiratórios, dores nas costas, dores de cabeça e outras questões de saúde e qualidade de vida.


A respiração, por sua vez, é o segundo elemento principal do Pilates, trabalhado conscientemente durante os exercícios. Sua função é múltipla: o aumento da oxigenação dos músculos e órgãos, o alívio do estresse e a melhora do sono. Outros elementos desenvolvidos são o conhecimento do próprio corpo e a precisão nos movimentos.


Além de um exercício


Os resultados da prática regular são maiores do que a soma de suas partes. Nas palavras de seu criador, “após dez sessões você sentirá a diferença, após vinte verá a diferença, e após trinta terá um corpo novo”. Dentre os benefícios, se pode citar:


·  Flexibilidade: Joseph Pilates se inspirava na fluidez do movimento animal e na leveza de crianças para seus exercícios, e considerava essencial desenvolver a flexibilidade do corpo para que se mantivesse a jovialidade física durante toda a vida;


·  Condicionamento físico: as sessões são direcionadas a trabalhar tanto os pequenos quanto os grandes grupos musculares, gerando resistência e energia;


·  Corpo em forma: a prática auxilia na perda de peso, afinamento de cintura, diminuição do Índice de Massa Corporal (IMC) e tonificação muscular;


·  Alívio de dores: como explicamos aqui, o exercício traz o alívio de dores nas costas e pescoço através de suas correções de postura;


·  Qualidade de vida: o objetivo de Joseph Pilates era criar um exercício que mantivesse e recuperasse a vitalidade de seus praticantes, pois considerava o condicionamento físico a base da felicidade, e é por isso que seu método foca tanto em gerar bem-estar.

Quem deve procurar


Os “treinos de choque”, chamados por Joseph de “regimes de treinamento brutalizantes”, continuam populares, e mesmo que venham a ser eficazes, não são todos que querem – ou mesmo podem – realizar esse tipo de exercício.


Já o método Pilates não é para um tipo específico de pessoa, mas sim para todos: seja eles idosos que desejam ter de volta a juventude, atletas lesionados, pessoas que sofreram algum trauma físico e, também, pessoas saudáveis que desejam envelhecer com saúde, flexibilidade, fôlego e disposição.


Como começar

Se você tem interesse na prática do Pilates, o primeiro passo é agendar uma avaliação com um fisioterapeuta especializado no método, pois tentar realizar exercícios sem supervisão e orientação pode agravar problemas de saúde já existentes.


A Clínica Jardins conta com uma equipe de fisioterapeutas especializados e certificados, oferecendo atenção exclusiva em turmas reduzidas de até duas pessoas.

As avaliações são realizadas pela fisioterapeuta Dra. Eloize Valadares, em conjunto com a profissional responsável pelo seu atendimento, para que você receba um cronograma de exercícios personalizado para os resultados que você procura.

Agende sua avaliação aqui e venha fazer Pilates!

Escrito por

Eloize Valadares