Má postura: muito além de dor nas costas


Ter uma boa postura pode mudar completamente a maneira como você se sente, melhorar seu humor, confiança e aparência. Mas o principal e mais negligenciado benefício é a saúde. A melhor forma de garantir a postura é através do hábito e de exercícios que fortaleçam os músculos que mantém o corpo equilibrado.

O que significa ter “boa postura”

As crianças são ensinadas desde sua infância a manterem a postura “correta”, ou seja: andar com as costas retas, os ombros projetados para trás e a cabeça ereta. Isto pode não ser fácil, e não demora muito para os ombros caírem, a cabeça pender para a frente e as costas ficarem curvadas.

Isso é parte da luta constante contra a gravidade, que tende a pender a cabeça e os ombros para a frente e arquear as costas na mesma direção. Há um efeito cumulativo e de longo prazo da má postura no corpo, pois ela coloca os músculos, tendões e ossos em posições não naturais.

Os efeitos da má postura incluem:

Dores cervicais e lombares, relacionadas à má distribuição do peso no corpo (leia mais sobre aqui);

Dores de cabeça e cefaleia, causadas pela pressão que a má postura gera no sistema nervoso (leia mais sobre aqui);

Tendinite, pois quando os ombros e as costas não estão na posição correta, há menos espaço para o deslizamento dos tendões, o que gera tensão e atrito e, por isso, inflamações;

Estresse e mau humor, relacionados aos efeitos cumulativos das dores e problemas respiratórios que a má postura gera.

Todos estes efeitos diminuem de maneira significativa a sua qualidade de vida, e quanto antes os problemas forem resolvidos, mais cedo você poderá viver uma vida plena.

O Pilates pode melhorar sua postura?

A técnica oferece muitos benefícios para quem deseja melhorar os aspectos de sua condição física. Em especial, ela ajuda a desenvolver bons hábitos posturais e a criar a musculatura necessária para que o corpo se estabilize de maneira saudável.

Os exercícios praticados nas sessões de Pilates procuram fortalecer os músculos centrais do corpo – grupos que abrangem o abdômen, costas, glúteos e pélvis. Quando desenvolvidos e tonificados da maneira correta, estes músculos tensionam o corpo de uma maneira que distribui melhor o peso sobre a coluna. Além disso, a postura correta diminui a pressão sobre o diafragma, o que melhora a oxigenação do corpo e diminui os níveis de cortisol (hormônio do estresse) no sangue.

Como começar

Se você tem interesse na prática do Pilates, o primeiro passo é agendar uma avaliação com um fisioterapeuta especializado no método, pois tentar realizar exercícios sem supervisão e orientação pode agravar problemas de saúde já existentes.

A Clínica Jardins conta com uma equipe de fisioterapeutas especializados e certificados, oferecendo atenção exclusiva em turmas reduzidas de até duas pessoas.

As avaliações são realizadas pela fisioterapeuta Dra. Eloize Valadares, em conjunto com a profissional responsável pelo seu atendimento, para que você receba um cronograma de exercícios personalizado para os resultados que você procura.

Agende sua avaliação aqui e venha fazer Pilates!

Escrito por

Eloize Valadares