Descubra como prevenir úlceras, diabetes e problemas cardíacos

Sua respiração filtra germes e resíduos, leva oxigênio para tecidos e músculos e ainda se livra de gases que seu corpo não precisa. Mesmo assim, você provavelmente não pensa no quão importante é respirar da maneira correta.

Respiração superficial, rápida e incompleta nega ao seu corpo o oxigênio necessário, deixando você vulnerável a doenças e estresse.

Maneiras de respirar

O diafragma é um músculo respiratório localizado na base das costelas. Durante o ciclo respiratório, os grupos musculares localizados no peito, especialmente o diafragma, se contraem, permitindo a entrada e saída de ar no pulmão.

Maus hábitos de postura como “encolher a barriga” ou andar curvado levam ao contrário da respiração diafragmática: a respiração torácica. Quando você respira desta maneira, acaba expandindo o peito e contraindo o abdômen, o que faz com que a pressão e o peso dos órgãos tirem espaço dos pulmões. Isto leva à uma redução na absorção de oxigênio, que a longo prazo gera problemas de estresse e fadiga.

Assim, a correção e reeducação de maus hábitos respiratórios – um dos focos do Pilates – gera efeitos mensuráveis na qualidade de vida e saúde dos praticantes.

A respiração nos exercícios de Pilates

“Não podemos viver sem respirar. Por isso, é trágico saber que milhões de pessoas nunca dominaram a arte da respiração.” Joseph Pilates

As técnicas de respiração fazem parte dos elementos centrais do Pilates, facilitando a atividade física, ativação muscular e aumentando a segurança dos exercícios.

As posições e movimentos no Pilates são executadas de maneira consciente, precisa e deliberada, sempre tendo a respiração em mente, induzindo a estabilização da coluna e forçando o corpo à respiração diafragmática. Além disso, os exercícios levam à tonificação e fortalecimento do diafragma, assoalho pélvico e abdômen, músculos essenciais na manutenção de uma boa postura e em técnicas de respiração eficientes.

Os resultados da boa respiração incluem:

-Redução dos níveis de cortisol, hormônio do estresse;

-Diminuição da pressão sanguínea e ritmo cardíaco;

-Diminuição da ansiedade e depressão;

-Aumento da oxigenação muscular, o que aumenta o desempenho físico e disposição mental;

A redução da ansiedade e estresse é particularmente importante, pois ambos são associados a problemas crônicos de saúde no longo prazo, como problemas cardíacos, úlceras estomacais, ganho de peso e risco de diabetes (leia mais aqui).

Além disso, o aumento da elasticidade pulmonar relacionada à respiração diafragmática diminui a frequência e severidade de crises de asma (mais informações aqui).

Como começar

Se você tem interesse na prática do Pilates, o primeiro passo é agendar uma avaliação com um fisioterapeuta especializado no método, pois tentar realizar exercícios sem supervisão e orientação pode agravar problemas de saúde já existentes.

A Clínica Jardins conta com uma equipe de fisioterapeutas especializados e certificados, oferecendo atenção exclusiva em turmas reduzidas de até duas pessoas.

As avaliações são realizadas pela fisioterapeuta Dra. Eloize Valadares, em conjunto com a profissional responsável pelo seu atendimento, para que você receba um cronograma de exercícios personalizado para os resultados que você procura.

Agende sua avaliação aqui e venha fazer Pilates!

Escrito por

Eloize Valadares