Como funciona o teste de pisada?

Problemas na biomecânica dos pés é algo mais comum do que se imagina. A forma como pisamos no chão pode ser um desses fatores, ocasionando dores nos joelhos e na coluna, principalmente.
Para identificar se a pisada é a verdadeira matriz do problema, é realizado um teste de pisada. Você conhece essa técnica?

O que é o teste de pisada?

Conhecido também como baropodometria, esse teste verifica desde a forma como pisamos no chão até alguma inadequação em nossa postura corporal. O objetivo principal é diagnosticar se é realmente a pisada que está ocasionando as dores ou desconfortos relatados pelo paciente.

Como é feito o teste de pisada?

O teste de pisada verifica alguns fatores importantes no paciente. São eles:

  • A distribuição da pressão corporal exercida na planta do pé durante a postura estática e o caminhar;
  • A causa primária do desequilíbrio corporal;
  • O centro de gravidade corporal;
  • O centro de pressão dos pés;
  • Possíveis alterações de movimento;
  • O tipo de pisada do paciente;

Através da observação de todos esses itens, é possível prescrever um diagnóstico de acordo com os relatos clínicos do paciente.

Você sabe qual o seu tipo de pisada?

O tipo de pisada é algo muito particular e pode ser determinado através da estrutura anatômica de cada indivíduo. Desde a flexibilidade presente nas circulações até o comprimento das pernas, tudo interfere no desenvolvimento de uma forma pessoal de pisar.No entanto, algumas especificidades das pisadas nos permitem classificá-las em três tipos. São elas:

Pronada

Esse tipo de pisada, é considerada de acordo com a região do pé. Não existe um pé todo pronado ou todo supinado ou todo neutro.

Por exemplo, na pisada onde a força é feita do dedão para dentro e o calcanhar fica para fora é pronada na parte anterior do pé — calcanhar varo (calcanhar para fora). Em uma pisada pronada a carga acaba acontecendo no dedão, enquanto o calcanhar é varo e o ante pé pronado.

Supinada

Na pisada supinada, a carga acontece no quinto metatarso. O calcanhar é varo e o ante pé supinado. Dessa forma, não se deve comprar um tênis para pisada supinada porque o calcanhar é ao contrário.

Neutra

Por fim, na pisada neutra todo o pé toca o chão e o pé vira levemente para dentro, seguindo a pisada reta até a elevação do dedão.

Independente do tipo de pisada, não é indicado comprar tênis anti pronador ou anti supinador, pois somente uma região do pé tem alteração para um lado, seja ele qual for.

Qual a solução para uma pisada com problemas?

A melhor maneira de solucionar o problema de pisada é realizar o exame de baropodometria – teste de pisada – realizado por um fisioterapeuta com formação em podoposturologia e estabilometria e que, de preferência, tenha formação em osteopatia.

Dessa forma será possível analisar o corpo como um todo e entender a causa do problema que pode estar distante da alteração apresentada.

Por exemplo: você pode causar maior desgaste em uma região do pé, mas a origem disso pode vir do centro de gravidade do corpo, que acaba influenciando na descarga de peso para o pé. O fisioterapeuta osteopata fará a avaliação das compensações do corpo e confeccionará uma palmilha personalizada para o seu tipo de pé.

Na Clínica Jardins você pode agendar sua consulta, fazer o teste de pisada e, caso necessário, começar imediatamente o tratamento. Entre em contato conosco e saiba mais!



Escrito por

Eloize Valadares